Fiscal do Enem 2018

Trabalhar como fiscal do ENEM 2018 é uma excelente oportunidade para conseguir uma renda extra. Para ter uma ideia, o ENEM 2016 contou com a participação de mais de 660 mil colaboradores. Porém, não é tão fácil encontrar informações sobre como se inscrever para concorrer a uma vaga de fiscal no exame.

Fiscal do Enem 2018

Neste artigo, apresentamos diferentes formas de concorrer a uma vaga de colaborador no ENEM 2018. Lembre-se de que milhares de pessoas também pretendem trabalhar no ENEM 2018 como fiscal, portanto, confira já nossas informações e saia na frente da concorrência!

Como trabalhar como fiscal do ENEM 2018

Como as inscrições para o ENEM 2018 ainda não começaram, nos baseamos nas formas de recrutamento de colaboradores do ENEM 2017.

Existem basicamente 3 formas de se inscrever para trabalhar como colaborador do ENEM 2018:

  1. Se cadastrar nos sites das instituições responsáveis pela aplicação do ENEM, como a Cesgranrio, se tornando colaborador.
  2. Professores das redes estadual e municipal, assim como servidores públicos federais, podem se inscrever na Rede Nacional de Certificadores, vinculada ao INEP.
  3. Diretamente nas instituições onde as provas do ENEM 2018 serão realizadas, em geral universidades públicas e privadas.

Como se inscrever no SAC Cesgranrio para trabalhar no ENEM 2018

Para se inscrever na Fundação Cesgranrio, o primeiro passo é preencher o cadastro no site do SAC (Sistema de Alocação de Colaboradores). É necessário informar dados como CPF, nome da mãe, escolaridade, RG, telefone, agência e conta bancária, além de um endereço válido de e-mail, para o qual será enviada a confirmação do cadastro.
Vale mencionar que a inscrição no cadastro de colaboradores da Cesgranrio não garante que o candidato será chamado para trabalhar como fiscal do ENEM 2018.

Rede Nacional de Certificadores, para professores da rede pública e funcionários públicos federais que querem trabalhar no ENEM 2018

A Rede Nacional de Certificadores, do INEP, permite apenas que professores das redes municipal e estadual, e servidores, se inscrevam em seu site. Em 2017 as inscrições ficaram abertas de 17 de julho a 7 de agosto, sendo provável que o processo seletivo para atuar como colaborador do ENEM 2018 ocorra nesse mesmo período do ano. Após seleção, os candidatos são convocados para realizar um curso de capacitação.

Em 2017, a remuneração diária oferecida aos colaboradores da RNC foi de 318 reais (R$ 26,50 a hora). Para obter maiores informações, é interessante consultar o edital da Rede Nacional de Colaboradores 2017.

Se inscrever para trabalhar no ENEM 2018 diretamente nas instituições onde as provas serão realizadas

Embora não existam informações oficiais sobre o assunto, umas das formas de trabalhar no ENEM 2018 é se inscrever diretamente nas instituições de ensino que servirão como locais de prova. Para isso, é preciso comparecer a esses locais, explicar o interesse em atuar como colaborador no ENEM 2018 e verificar se existe a possibilidade de contratar pessoas que não sejam alunos ou funcionários da instituição.
Contar com a indicação de alguém que já atua no exame pode aumentar as chances de trabalhar como fiscal do ENEM 2018. Portanto, quem tem interesse na oportunidade deve procurar entrar em contato com pessoas que já colaboraram em edições passadas do ENEM em sua região. Lembramos que canais de comunicação como Facebook e WhatsApp podem ajudar bastante nessa tarefa.

Fiscal do ENEM 2018: funções

Os colaboradores responsáveis pela aplicação das provas do ENEM desempenham diferentes funções, são elas:

  • Chefe de sala: Responsável pela aplicação das provas.
  • Aplicador convencional: Auxilia o chefe de sala durante a aplicação das provas.
  • Fiscal volante: Encarregado de supervisionar os corredores dos prédios onde as provas são aplicadas.
  • Aplicador especial: Encarregado de auxiliar os portadores de necessidades especiais na realização das provas.
  • Fiscal de banheiro: Controla a entrada e saída de candidatos dos banheiros nos locais de prova.

Existem ainda as funções de apoio, que incluem porteiros, auxiliares de limpeza e seguranças.

Curso de capacitação para ser fiscal do ENEM 2018

Em 2017, o INEP disponibilizou uma plataforma online de ensino a distância, o Evento de Alinhamento, com conteúdo completo para os colaboradores que trabalharam na aplicação das provas do exame.

O Evento de Alinhamento foi fixado como pré-requisito para trabalhar como fiscal do ENEM na edição de 2017, sendo provável que o mesmo ocorra em 2018. Além de participar do treinamento, os candidatos a colaboradores precisaram atingir uma pontuação mínima de 500 “enemilhas” no Evento de Alinhamento.

Para quem não é professor da rede pública ou funcionário público federal, e não conhece alguém que já tenha colaborado com o exame, pode ser difícil descobrir o caminho para ser fiscal do ENEM 2018.

Como mostramos em nosso artigo, é importante se informar com antecedência e estar atento a possíveis oportunidades. Esperamos que essas dicas lhe ajudem a atingir seu objetivo de trabalhar no ENEM 2018.

Leave a Reply